Fomos ao Spin Up Summit 2019!

O Spin Summit 2019, maior evento de Startup+Indústria da América Latina, aconteceu nos dias 16 e 17 de outubro, teve mais de 1500 participantes e contou com uma programação bastante diversa – tendo 6 palcos. A cidade que o sediou foi Jaraguá do Sul, pólo industrial de Santa Catarina e local onde fica a aceleradora que dá nome ao evento. A BIX Tecnologia não poderia deixar de fazer uma cobertura e trouxemos os principais conteúdos apresentados!

 

Fotos: Cesar Castro – Divulgação Spin

 

O evento contou com palestrantes de perfis muitos diferentes, como Luciano Potter (jornalista e radialista), Samy Dana (economista e comentarista) e Vilfredo Schurmann (velejador e presidente do grupo Schurmann). A abertura foi feita por Beny Fard, CEO da Spin, que falou – como vários outros palestrantes ainda o fariam – sobre a indústria 4.0. “Ela precisa rapidamente se reinventar frente às rápidas transformações da nova economia movida por dados onde clientes buscam novas experiências de consumo”. 

 

Fora as palestras, o evento também contou com um feira de negócios, lounge e pitch de startups. Esses espaços proporcionaram importantes momentos de networking entre os participantes.

 

PRINCIPAIS TEMAS DO SPIN UP SUMMIT 2019

Mesmo contando com trilhas temáticas e palestrantes bastante diversos, foi possível identificar alguns temas comuns em várias das falas que foram apresentadas. Seja por parte das empresas tradicionais ou das novas de tecnologia, faz-se importante falar sobre transformação digital, inovação e novos negócios.

 

“O pensamento do design é um pensamento equilibrado entre o pensamento analítico e o criativo” disse Erico Fileno.

 

Juliana Freitas, do Lab de Inovação do Ipiranga, palestrou sobre os desafios na conexão entre startups e grandes empresas. Ela conversou com a BIX Tecnologia sobre o momento em que o grupo no qual trabalha percebeu a necessidade de se reinventar: “Eu acho que é um movimento de mercado cada vez mais comum, tanto para o Ipiranga quanto para outras tradicionais que estão se assustando com o crescimento das empresas de tecnologia. Acho que é uma prioridade para todas as grandes, atualmente, levar inovação e se manter firme no mercado que conquistaram ao longo dos anos”.

 

Quando se pensa em grandes empresas que buscam inovação, é difícil pensar no Banco Central como uma das interessadas. Afinal, no setor financeiro, tende-se a associar novos meios e métodos às fintechs e não aos grupos tradicionais. Porém, o CIO, Marcelo Yared, foi um palestrante que ajudou a expandir a visão da plateia quanto a esse ponto.

 

Inovar é resolver problemas, melhorar processos, seja por desejo ou realmente por precisar de nova alternativa, sem essencialmente ser alguma tecnologia moderna para isso” disse Yared. Com esse norte, o Banco Central do Brasil criou o LIFT (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas), que busca implementar novas ideias para o setor financeiro. Trata-se de um projeto colaborativo que reúne participantes de perfis bastante diferentes, como fornecedores, academia e membros da sociedade.  

 

“Inovar é resolver problemas, melhorar processos” disse Marcelo Yared

 

Ainda no setor financeiro, outro case apresentado no evento foi o da Visa. Erico Fileno, Head de Inovação e Design da empresa, fez uma palestra sobre o tema “Design at Scale: inovando através do processo de design”, em que contou sobre a implantação de Design Thinking na instituição.

 

A mudança cultural não ocorre de um dia pro outro. É uma coisa que demanda tempo e o grande desafio foi justamente mostrar que esse novo modelo de pensamento traz resultado” disse Fileno, em conversa com a BIX Tecnologia, sobre o começo de implementação do Design Thinking. “Como a gente ainda não tinha resultados dentro da companhia logo no começo, só foi possível apresentando cases de outras empresas que já vem apostando nisso há mais tempo e conquistando resultados melhores que dos concorrentes. Logo na sequência, a gente pegou um projeto que estava fora do radar e era de um grande banco. Desenvolvemos, entregamos e ele começou a escalar. O processo existe, existem cases globais e conseguimos fazer uma prototipação desse processo”.

 

ANÁLISE DE DADOS É TEMA RECORRENTE

A formulação de estratégias e a tomada de decisões guiadas por dados não são posturas excludentes. Pelo contrário. Segundo Fileno, elas se complementam: “O pensamento do design é um pensamento equilibrado entre o pensamento analítico e o criativo. Quando olhamos para dados, olhamos exatamente para essas informações analíticas. Existe um fator humano, embora baseado também em dados”.

 

Evento contou com mais de 1500 participantes

 

O vice-presidente de vendas da IBM, Marcelo Spaziani, também abordou o tema de dados. Na palestra “Transformação Digital: Você está preparado para se reinventar?”, falou que 80% dos dados produzidos por empresas são não-estruturados. Esse percentual, no entanto, deve mudar num futuro não muito distante porque 72% dos executivos de alto nível afirmam que a transformação digital vai ser liderada pelas empresas tradicionais.

 

Esse índice, junto a todos os outros conteúdos presentes na programação do Spin Up Summit 2019, nos faz ver que a indústria tem muito a ganhar apostando em novas tecnologias e na transformação digital. Em especial, é o momento oportuno para se repensar atitudes e posturas desde o chão de fábrica até o topo hierárquico da empresa.

 

Dar início a uma Transformação Digital certamente não é algo simples. Na maioria das vezes, mais do que apenas o ímpeto, é necessário trazer alguém de fora ou uma nova postura. Com base nisso, foi criada em 2014, a BIX Tecnologia. 

 

Somos uma consultoria de Business Intelligence (análise de dados para formulação de estratégias e tomada de decisão) e Advanced Analytics (análise de dados para mapear tendências e prever o futuro). Já fizemos mais de 250 projetos e temos cases em grandes empresas e indústrias. Se você quer conhecer mais sobre como implementar uma cultura de dados em sua empresa, entre em contato conosco!

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *