O que é Machine Learning e quais suas aplicações?

Você sabia que 76% das empresas dizem estar usando o machine learning para aumentar o crescimento de suas vendas? Esse é apenas um dos incríveis resultados indicados por uma pesquisa feita pelo MIT Sloan Management Review.

O Machine learning é um tema que está cada vez mais alta no mundo da tecnologia. Se você ainda não sabe o que é essa técnica, continue lendo!

 

você sabe o que é machine learning

 

MAS AFINAL, O QUE É MACHINE LEARNING?

Machine Learning (“aprendizado de máquina”, em português) é um tema atual, porém não novo. O termo foi cunhado por Arthur Samuel – engenheiro do MIT e pioneiro da inteligência artificial – em 1959. Segundo Samuel, o aprendizado de máquina é “um campo de estudo que dá aos computadores a habilidade de aprender sem terem sido programados para tal”.

Com o advento da internet, o machine learning tomou forma e foi impulsionado. Com tanta informação surgindo e sendo constantemente coletada e armazenada na web, nasceu a necessidade de se criar modelos organizacionais desse conteúdo de forma automatizada. Mais importante ainda: surge a necessidade de analisar esse grande volume de informações de forma automática.

É por isso que o machine learning é um método de análise de dados que automatiza a construção de modelos analíticos. Um de seus pilares é justamente a análise de dados visando detectar padrões.

Sendo uma das vertentes da inteligência artificial, o machine learning se baseia na ideia de que é possível que sistemas aprendam com dados, identifiquem padrões, e tomem decisões com o mínimo de intervenção humana. A faceta interativa dessa tecnologia é essencial, pois conforme os modelos são expostos a novos conjuntos de dados, eles conseguem se adaptar de forma independente.

Muitos algoritmos de machine learning já existem há bastante tempo, porém a habilidade de associar cálculos complexos automaticamente ao Big Data é um desenvolvimento recente que potencializou essa tecnologia.

 

CONFIRA ALGUNS EXEMPLOS DA APLICAÇÃO DESSA TECNOLOGIA NA ATUALIDADE:

  • Detecção de fraudes: um dos usos mais óbvios e importantes do machine learning.
  • Indicar a melhor rota para motoristas: o algorítmo do Waze, um dos maiores aplicativos de trânsito e navegação do mundo, foi desenvolvido com machine learning por uma startup israelense.
  • Prever riscos de saúde: Aplicar esse tipo de algoritmo possibilita a análise de inúmeras variáveis ao mesmo tempo, o que torna diagnósticos, tratamentos e acompanhamentos mais rápidos e precisos.
  • Recomendações de produtos: sejam ofertas da Amazon, sugestões de filmes do Netflix, ou posts e anúncios que possam te interessar, o machine learning está envolvido.

 

QUEM (E COMO) UTILIZA O MACHINE LEARNING?

O machine learning é uma ferramenta que pode ser utilizado pelas mais diversas áreas e dos mais diversos jeitos. Trouxemos exemplos de alguns setores que utilizam essa tecnologia, já que seria impossível listar todos:

 

SERVIÇOS FINANCEIROS:

Instituições financeiras utilizam a tecnologia de machine learning por dois motivos principais: encontrar insights importantes nos dados e prevenir fraudes.

Os insights ajudam os investidores a encontrar as melhores oportunidades de investimento. A mineração de dados também pode identificar clientes com alto perfil de risco ou usar cyber-vigilância para encontrar sinais de fraudes.

 

GOVERNO:

Agências governamentais, como as de segurança pública e serviços, têm uma grande necessidade de machine learning. Alguns exemplos são: análise de dados de sensores para identificar maneiras de aumentar a eficiência e economizar dinheiro, detecção de fraudes, e minimização de roubos de identidade

 

MEDICINA:

Machine learning é uma tendência crescente na indústria médica, devido ao advento dos dispositivos wearables e dos sensores, que podem acessar dados de pacientes em tempo real. Essa tecnologia também pode auxiliar médicos a identificar tendências ou alertas, levando ao aperfeiçoamento de diagnósticos e de tratamentos e prevenindo riscos de saúde.

 

MARKETING E VENDAS:

Com o auxílio dessa tecnologia esses setores empresariais podem capturar dados dos clientes, analisá-los e utilizá-los para personalizar a experiência de compra (ou implementar uma campanha de marketing). Esse é o futuro do varejo.

 

INDÚSTRIAS DE PETRÓLEO E GÁS:

Descobrindo novas fontes de energia, analisando minerais no solo, prevendo falhas em sensores de refinarias, acelerando a distribuição de petróleo para torná-la mais eficiente e econômica. O número de aplicações de machine learning nesta indústria é vasto — e está em expansão.

 

MACHINE LEARNING E BUSINESS INTELLIGENCE

O Machine learning pode ser aplicado ao BI para potencializar o uso de ferramenta. Antes o ponto era conseguir reunir e analisar uma grande quantidade de dados para gerar melhores insights, já hoje a questão é fazer a máquina trabalhar a favor do usuário.

Os algoritmos podem ajudar a criar novas e mais inteligentes dashboards, correlacionando informações que dificilmente um humano sozinho seria capaz de perceber.

Por exemplo, digamos que você seja dono de uma rede de lojas em todo o Brasil. As taxas estão indo bem e todos os gráficos estão em crescimento. Porém, devido a relatos de seus gerentes você sabe que a loja de São Paulo está apresentando uma leve queda nas vendas; não é nada muito significativo a ponto de afetar os gráficos da dashboard, porém é um sinal  de alerta para tomar medidas preventivas. Com a associação do BI e do machine learning é possível correlacionar os diversos fatores referentes especificamente a essa loja e relacioná-los ao número de vendas. A chance de você encontrar uma correlação correta, mas que você nunca havia pensado antes é grande.

 

Quer saber mais sobre como o machine learning pode se associar ao BI? Confira nosso infográfico!

 

acessar infográfico

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *