Análise Preditiva: O que é, como e por que você precisa aplicá-la

Se você acredita que prever o futuro é impossível, trago boas notícias: descobrir o que está por vir nunca foi tão possível como hoje em dia!

A imprevisibilidade antes enfrentada pelo mercado perdeu espaço na transformação digital. Hoje, graças à análise preditiva e ao uso de dados, é possível ter um vislumbre do futuro.

Neste post abordaremos melhor esse tema, explicando o que é a análise preditiva, por que ela é tão poderosa e como e onde usá-la. Confira!

 

como prever o futuro com análise preditiva

 

AFINAL, O QUE É E QUAL O OBJETIVO DA ANÁLISE PREDITIVA?

Fazer uma análise preditiva, como o próprio nome indica, é fazer previsões. Quando conseguimos ler os acontecimentos passados de forma clara, se torna possível realizar previsões para o futuro. Esse é seu princípio básico.

Seu objetivo, por sua vez, é prever cenários e identificar probabilidades de mercado, auxiliando as empresas a tomarem decisões estratégicas que alcancem resultados positivos.

Podemos dizer, então, que a análise preditiva é uma estratégia baseada em análise de dados que visa avaliar um cenário específico e então identificar possíveis tendências capazes de influenciar as tomadas de decisão.

 

 

POR QUE A ANÁLISE PREDITIVA É TÃO PODEROSA?

O segredo da análise preditiva está em sua precisão.

Hoje em dia, estamos constantemente gerando um altíssimo volume de dados. Esses dados, coletados das mais diversas fontes, possibilitam uma leitura de cada vez mais fatos e uma maior probabilidade de análises. Como consequência, conseguimos uma maior exatidão dessas informações.

3 passos da análise preditiva

É claro que com uma grande quantidade de dados, os esforços humanos não bastam para analisar essas informações. É necessário contar com ajuda da tecnologia.

É por isso que a análise preditiva consiste em associar esse grande volume de informações que geramos diariamente com ferramentas tecnológicas (que incluem mineração de dados, inteligência artificial, machine learning, big data, e advanced analytics). Essa associação, usada para “estudar o passado”, nos possibilita prever tendências para o futuro.

Obviamente, prever TODAS as ações futurísticas é impossível. Mas, quando a ação é repetitiva e obedece certos padrões, é possível prever outras eventuais ações. O avanço tecnológico tem tornado essa prática cada vez mais precisa e segura.

 

 

COMO ESSA ANÁLISE É FEITA

Existem dois tipos de modelos preditivos: os supervisionados e os não supervisionados.

No supervisionado, é realizada uma busca de padrões e relações entre os dados. Essa relação permite identificar um nível de acerto. O modelo só é validado quando a taxa de acerto é alta; a partir disso, ele passa a operar no restante dos dados.

Um uso comum do modelo supervisionado é a identificação do perfil de clientes mais propensos a cancelar uma compra, por meio da análise de suas experiências passadas. Nesse caso, a empresa pode elaborar estratégias de retenção mais efetivas e assim diminuir seu churn rate.

O modelo não supervisionado, por sua vez, trata de prever possíveis ocorrências que possam vir a se repetir.

É importante ressaltar que para as análises preditivas serem eficazes, o volume de dados precisa ser significativamente alto. E mais que isso: os dados devem ser de qualidade, completos e sem erros.

 

 

CULTURA DE DADOS

Para implantar uma estratégia de análise preditiva em sua empresa, é claro que você terá que preparar o terreno antes. Ou seja, seu negócio terá que evoluir por diversas etapas de análise de dados primeiro.

A primeira e principal dessas etapas é criar uma cultura de dados em sua organização. Isso se traduz basicamente em 2 ações:

  1. Seu processo de tomada de decisão deverá ser baseado em dados;
  2. Todos os passos dados devem ser registrados, pois são informações que serão usadas em eventos futuros.

Uma dica aqui é prestar atenção às informações que você já possui. Não se preocupe em começar com uma análise complexa e completa logo de cara.

 

 

 

COMO POSSO APLICAR A ANÁLISE PREDITIVA NO MEU NEGÓCIO?

Conforme dito anteriormente, a análise preditiva te permite identificar tendências, prever comportamentos, e promover a tomada de decisão baseada em dados confiáveis.

O potencial que uma análise desse tipo tem é enorme, e cabe a você decidir onde esse potencial seria melhor aproveitado. A seguir, te damos algumas ideias de como você poderia aplicar a análise preditiva em certas áreas da sua empresa:

 

Recursos Humanos:

  • Prever faltas;
  • Medir o turnover e rotatividade futuros;
  • Rastrear habilidades que corram risco de perda;
  • Antecipar demissões e agilizar substituições.

 

Marketing:

  • Identificar o público alvo para um novo produto;
  • Identificar momentos oportunos para enviar seus melhores e-mails aos seus melhores públicos;
  • Identificar ações dos usuários de seu site e direcioná-las.

 

Comercial e Varejo:

  • Prever a demanda por um produto ou serviço;
  • Planejar eventos promocionais oportunos para os potenciais clientes;
  • Determinar quais produtos devem ou não ser estocados;
  • Desenvolver estratégias de fidelidade;
  • Identificar oportunidades para ampliar as vendas.

 

Indústria:

  • Prever falhas em  máquinas;
  • Antecipar necessidades de manutenção dos equipamentos;
  • Reduzir riscos à segurança dos operários;
  • Identificar oportunidades de melhoria em produtividade.

 

Logística:

  • Prever faltas de estoque;
  • Identificar oportunidades de melhoria de estoque;
  • Identificar oportunidades de otimização de operações;
  • Antecipar e otimizar operações de demanda.

 

Financeiro:

  • Identificar os melhores momentos para investimento;
  • Identificar momentos oportunos de corte de gastos;
  • Maior controle sobre a gestão do capital da empresa;
  • Identificar recursos ociosos ou mal aproveitados.

 

A análise preditiva foca nos eventos que podem acontecer no futuro. E é por isso que muitas organizações estão adotando essa estratégia para definir seus próximos passos.

Se você deseja evitar futuros riscos, identificar oportunidades e tomar as melhores decisões para o seu negócio, essa é uma estratégia com a qual você precisa contar!

E aí, está pronto para implantar os dados em suas estratégia?

 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *